PARCERIA MUDA O PARADIGMA EM CÂMERAS DE SEGURANÇA NO BRASIL


SEGURANÇA ELETRÔNICA
A CLM, distribuidor de valor agregado, acaba de fechar parceria com a alemã MOBOTIX, líder mundial em sistemas de vídeo de alta resolução, padrão MxPEG. A empresa alemã mal desembarcou no Brasil e já promove o MOBOTIX National Partner Conference, que acontece em São Paulo, de 09 a 11 de novembro de 2011, e que terá a exposição MxExpo. Na ocasião, as revendas irão conhecer todos os lançamentos e soluções das câmeras MOBOTIX, que são reconhecidas mundialmente pela qualidade da imagem, sistema descentralizado e maior alcance, com angulações virtuais PTZ (Pan, Tilt e Zoon, e panorâmica de até 360º), sem movimento mecânico, o que reduz muito o número de câmeras necessárias e, portanto, os custos.
O Diretor de Produtos da CLM, Thomas Camargo, explica que o mercado precisava de soluções mais sofisticadas de proteção por vídeo, na medida em que crescem as ameaças, tanto externas, que vão de assaltos ou roubos até invasões e vandalismo, quanto internas, como furtos. “Há uma forte demanda para este tipo de dispositivo de segurança, que vem ao encontro de dois grandes gargalos do setor: imagem de alta qualidade, baixo consumo de banda e desempenho do servidor. A MOBOTIX consegui resolver esta equação”, acrescenta.
As webcâmeras MOBOTIX   contam com sistema de vídeo de alta resolução, que garante melhor detalhamento da imagem. Para se ter uma ideia, uma câmera MOBOTIX com 3,1 megapixels registra com detalhamento cerca de 30 vezes maior que o de uma câmera com tecnologia analógica. “Áreas críticas como bancos e repartições públicas e, mesmo o comércio de forma geral precisam sair da idade da pedra dos vídeos e garantir melhor detalhamento da imagem”, avalia Camargo. Um bom exemplo dessa qualidade pode ser visto pela internet:
Em setembro, uma webcâmera MOBOTIX, que funciona com energia solar, foi instalada na montanha Kala Patthar, de frente para o Monte Everest, no Himalaia, a 5.675 metros de altitude, transmitindo imagens em tempo real para cientistas que estudam os efeitos das mudanças climáticas e o aquecimento global. A camera MOBOTIX suporta temperaturas de até -30°C e usa conexão wireless para transmitir as imagens, das 6h ás 18h (horário do Nepal) para o laboratório do Ev-K2-CNR, situado a 5.050 metros de altitude.
Outra vantagem é o sistema descentralizado, que além de reduzir sensivelmente o volume de dispositivos de gravação, tem capacidade 10 vezes maior que as câmeras convencionais. Por exemplo, quatro pistas de um posto de gasolina podem ser registradas, substituindo quatro câmeras tradicionais e o zoom permite visualizar o número da placa de um carro. Além disso, o conceito descentralizado da MOBOTIX utiliza muito menos banda. Cada câmera integra um processador especializado de alta capacidade que faz as principais funções de gerenciamento de vídeo e avaliação, com um disco rígido de estado solido (cartão MicroSD) para gravação com duração de diversos dias.O Servidor (centro de controle de vídeo) serve apenas para simples visualização e controle das câmeras.
Fonte:Segs – http://www.segs.com.br/index.php?option=com_content&view=article&id=54762:parceria-muda-o-paradigma-em-cameras-de-seguranca-no-brasil&catid=48:cat-info-ti&Itemid=329
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: