TÉCNICAS DE DIREÇÃO AGREGAM MAIOR SEGURANÇA AO TRÂNSITO

TÉCNICAS OPERACIONAIS

Como o trânsito se tornou um dos locais com maior incidência de crimes, um número cada vez maior de pessoas recorre a cursos de direção com o intuito de se proteger da violência, sobretudo nos grandes centros urbanos onde o trânsito é um caos o qual no leva a ter técnicas de direção e rotas alternativas de fuga, para nós profissionais de segurança é essencial termos essas técnicas. Conheça nessa matéria um artigo de Roberto Costa, instrutor de técnicas de direção e alguns conceitos de direção defensiva, evasiva, ofensiva. Além disso, saiba como agir durante uma fuga e como os veículos podem ser preparados e utilizados para proteger seus ocupantes.
Existem três tipos de direção para o usuário comum. A defensiva, a evasiva e a ofensiva.
Cada uma delas exige do condutor do veículo habilidades específicas. Vamos entender um pouco a respeito de cada uma delas. Vale lembrar que para os desportistas existem outros tipos de direção, como velocidade, regularidade, off – road, entre outras modalidades.
Direção Defensiva
A direção defensiva é aquela que aprendemos no CFC- Centro de Formação de Condutores (Auto – Escola) e que o governo regulamenta pela sua legislação de trânsito.
Consiste em dirigir atentamente, observando todas as normas previstas no código de trânsito de modo objetivo como placas de sinalização ou de modo subjetivo, manifestando pelo bom senso, educação, etc…
Segundo o piloto de provas César Augusto Urnhani, da Pirelli, o carro possui um pacote tecnológico incrível em que a maioria dos motoristas desconhece.
Um grande exemplo é o freio ABS. Muitos acreditam que sua utilidade é apenas para frear melhor. Isso não é verdade. O freio ABS serve para proporcionar dirigibilidade durante uma frenagem. Ou seja, se o seu carro não possui esse sistema, saiba que durante uma frenagem, mesmo que você tente virar o volante para esquerda ou para direita, o veículo vai em frente, justamente por suas rodas e pneus estarem “travados”. Já o sistema ABS não permite o travamento das rodas e lhe proporcionará desviar do obstáculo à sua frente.
Ainda de acordo com Urnhani, conhecer o equipamento é a principal tarefa do condutor responsável. “Direção defensiva é dirigir bem para si e para os outros”, afirma Ingo Hoffman, piloto de provas e campeão de diversas competições automobilísticas no Brasil. Esta é a máxima do motorista defensivo. Significa dirigir de maneira planejada, tentando antecipar sempre o que possa ocorrer à nossa frente.
Vejamos algumas situações adversas:
-Luz- intensidade de iluminação natural ou de veículos à frente;
-Tempo – chuva, neblina, frio, calor;
-Pista – irregularidades da pista, curvas, aderência, acostamento, lombadas, animais, árvores;
-Trânsito – outros condutores, períodos de pico, interação de todos, pedestres, pontos de ônibus;
-Veículo – freios, pneus, água, acesso ao volante e pedais, espelhos retrovisores, cintos de segurança, nível de combustível, lâmpadas, limpadores de pára-brisas, buzina, amortecedores, e suspensão são itens que merecem revisão constante.
-Motorista – fadiga, embriaguez, sonolência, dificuldades visuais e auditivas, mal estares físicos generalizados, ingestão de bebidas alcoólicas, sobrecarga do veículo, movimentos dentro do veículo (atender ao celular, apanhar objetos, escreve, ler, comer), ingestão de medicamentos, distância do veículo à frente.
Direção Evasiva
A direção evasiva, por sua vez, consiste na realização de manobras para situações de emergência, tais como acidente de trânsito, surpresas na pista, emboscadas para seqüestros, roubos, entre tantas outras.
Além das manobras de direção defensiva, ou seja, prever o que poderá acontecer à nossa frente, ultimamente, temos sentido a necessidade de saber reagir a uma situação de emergência. Daí a importância dos conhecimentos de frenagens em situações de emergência (com ou sem freio ABS), giros de 180º de frente e de ré (conhecidos como cavalo de pau), slalons (ziguezague), controle do veículo em derrapagens de frente e de traseira.
César Augusto Urnhani, da Pirelli, ensina que a primeira providência a ser tomada é ocupar adequadamente o assento do veículo. Você sabia que os pilotos de competição utilizam cintos de seis pontos? Nós usuários comuns, utilizamos de três pontos (um na coluna B do veículo, outro no centro e o último na lateral esquerda do nosso corpo).
O objetivo é fazer com que o corpo esteja o mais preso possível, de maneira que fiquem livres apenas os braços e pernas. Além disso, o encosto de cabeça deve estar alinhado aos olhos e a distância dos braços e das pernas deve ser suficiente para que ao pisar na embreagem, ainda haja um ângulo no joelho, assim com ao esterçar o volante, sobre um ângulo no cotovelo.
Outra importante dica do piloto: qual a posição correta de segurar o volante? Imagine que ele é um relógio. A posição correta é 14h45min, ou seja, 15 para as 3. Com essa posição é possível o controle do veículo.
Supondo que você tenha habilidades em manobras evasivas, é sempre primordial conhecer o itinerário e a pista. É preciso ter em mente que tudo está contra o motorista. Óleo na pista, pedras, buracos, saliências que podem transformar-se em alavancas, são armadilhas bastante perigosas em manobras evasivas. Por isso, é importante e recomendável observar a pista antes de tentar qualquer manobra. As manobras mais simples, como por exemplo, a frenagem e virar uma rua qualquer à direita ou esquerda, geralmente são muito mais eficientes que um excelente giro de 180º.
Outra dica muito importante durante uma fuga diz respeito à concentração. É importante que o motorista concentre-se na fuga e não no seu veículo ou no “bandido”. Assim, mantenha o foco de sua atenção nas possibilidades de fuga. O objetivo não é confronto, portanto, visão de fuga deverá ser priorizada em sua mente.
A partir disso, treinar é o caminho. Infelizmente não é possível adquirir habilidades apenas lendo este ou qualquer artigo. Portanto escolha um bom curso de direção evasiva e treine muito.
Direção Ofensiva
Entre os métodos de direção disponíveis ao usuário comum, há ainda a direção ofensiva, que consiste em utilizar o veículo como um instrumento de ataque, como se você tivesse uma arma em suas mãos.
Ou seja, você “bate” em pontos específicos no veículo inimigo e produz um movimento que lhe favoreça.
Para isso é imprescindível contar com conhecimentos de física, sobretudo, sobretudo dinâmica de movimentos e forças, além de uma boa dose de mecânica. Ou você pensou que bastaria “tocar” no outro veículo que tudo estaria resolvido, como acontece nos filmes de televisão? Não é assim. Saiba que isso pode lhe custar um belo acidente e imobilizar o seu veículo.
Atualmente, no Brasil quase não há curso que treine tais habilidades. O custo de programas de ensino que treine essas habilidades ainda é muito caro.
No entanto, os profissionais de segurança privada e pública devem dominar completamente a direção defensiva e evasiva. Para aqueles que dirigem viaturas policiais ou veículos de empresas de segurança também é fundamental conhecer tais técnicas.
Enfim, dominar o equipamento que está à sua disposição de forma que ele seja um instrumento para você e não um pesadelo.
Em resumo, treinar, treinar e operar eis o mandamento, um dos filmes que mostra grandes técnicas de direção defensiva, evasiva e ofensiva é o Carga Explosiva 1,2 e 3 que vale apena conferir.
NÃO SE ESQUEÇA USE O CINTO E SE BEBER NÃO DIRIGA.
Autor: Roberto Zapotoczny Costa – é instrutor do curso BMW Driver Training Protection. Ex-policial militar com atuação no Serviço de Inteligência e na Proteção Executiva do Governo do Estado de São Paulo / Brasil.
Matéria: Jornal da Segurança
Publicado: http://segurancaprivadadobrasil.blogspot.com
Anúncios

2 Respostas to “TÉCNICAS DE DIREÇÃO AGREGAM MAIOR SEGURANÇA AO TRÂNSITO”

  1. reginaldo ferrreira lapinha Says:

    boa tarde, sou profissional da area de segurança privada, trabalho com executivos e gostaria de uma indicação de uma boa escola para cursa direção onfensiva evasiva e ant- sequestro. ja fiz alguns cursos de espp e vspp que mistra a materia de direção defenciva, e não emitem o certificado e nem ministra o curso aparte. desde ja agradeço

    reginaldo ferreira lapinha

    • Olá guerreiro desculpe a demora de resposta, vejo que o guerreiro fiz alguns cursos de aprimoramento na àrea se sgurança, realmente esses cursos que fazemos o máximo que dão de instrução é de direção defensiva, o que seria o que aprendemos nas auto escolas, o que posso passar ao companheiro é que cursos com direção evasiva, ofensiva geralmente são ministrados em academia particulares de curso de segurança como CATI no Rio de Janeiro dentre muitas outras e no Estado de São Paulo também temos outras com cursos específicos de direção, a maioria desses cursos são centrados nos estados de São Pualo e Rio de Janeiro, aqui na cidade de Curitiba também não temos cursos de direção evasiva e ofensiva se nós profissionais de segurança quiser fazer um curso desses temos que ir para fora do estado, às vezes acontece de algum profissional desses cursos vir para a cidade dar o curso mais o valor é muito alto em torno de $800,00 (oitocentos reais) a dica que dou ao companheiro é que verifique com os instrutores de academia de segurança de sua cidade ou com algum amigo que seja de corporação da polícia se alguém em sua corporação ou escola que ministre este tipo de curso, mas já adianto o campanheiro se achar o valor será um pouco alto mas o investimento vale apena, procure na internet cursos de direção ofensiva e evasiva numa dessas o guerreiro acha uma boa promoção e facilidade de pagamento, valeu qualquer coisa estamos à disposição.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: