A CRIAÇÃO DO GUARDA DE RUA.

Segundo artigo publicado em jornal informativo Malagueta do sindicato dos vigilantes de Curitiba e Região, está tramitando no governo a criação do guarda de rua, pessoas contratadas por empresas de segurança privada para dar apoio a segurança pública nas ruas centrais, mas com uma diferença os profissionais de segurança não terão poder de polícia e nem poderão trabalhar armados, somente farão o serviço ostensivo com fardamento e portando em seu cinto apenas uma tonfa e um par de algemas, pergunto agora a questão segurança pública não é dever do estado,acho que deveria sim é aumentar o efetivo das polícias civil e militar e qualificar esses profissionais do que passar a responsabilidade de segurança pra empresas terceirizadas o qual dentro das leis não tem poder de polícia e nem amparo judicial, será que os profissionais da segurança privada são CONTRA ou a FAVOR deste futuro projeto ?

Uma resposta to “A CRIAÇÃO DO GUARDA DE RUA.”

  1. davi schuster Says:

    acho q deveriam liberar um porte de armas para vigilantes e atendentes de alarmes de empresas de monitoramento e seguranças ou seja vigilantes afinal todos corem riscos assim como a policia ..

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: